Purucast

Agora o Purucast está no Spotify!

purucast
Recomendação

Primeiras Impressões – Gaikotsu Shotenin Honda-san

honda-san-cover

Postagens sobre terror

26/03/2018

6000 (Rokusen)

0
6000-cover

Eu amo histórias de terror! Amo mesmo! Mas, quanto mais eu leio ou assisto histórias do gênero, mais insatisfeita eu fico. Parece que nunca é assustador o suficiente. Ou que a história não é muito convincente. Às vezes, um detalhezinho abala a história toda (alô, Alive! – talvez eu faça uma resenha dele aqui qualquer hora).

Sei que faz tempo que o Pururin tá parado (a vida adulta não tá sendo fácil, como esperado), então eu estou com uma lista enorme de coisas para fazer resenhas por aqui. Mas, para começar, pensei em trazer um dos melhores mangás de terror que li ano passado e que me deu esperanças de que tem muito mangá de terror interessante por aí ainda. Vem comigo!

11/09/2017

Shutter, ou Espíritos – A Morte está ao Seu Lado (2004)

0
shutter

Ah, o terror. Ontem assisti It – A coisa e me senti inspirada a falar sobre um dos – senão o melhor – terror oriental que eu já assisti. Gostei tanto que já assisti duas vezes, haha. Vem comigo conferir!

Shutter, literalmente “obturador” em inglês, que no Brasil foi chamado de Espíritos – A Morte está ao Seu Lado, é um filme tailandês de 2004. Nele, um casal de jovens, voltando da festa de noivado de um amigo, atropelam uma garota na estrada. A garota, Jane (Natthaweeranuch Thongmee), que estava dirigindo, quer conferir se a menina está viva e prestar assistência, enquanto Tun (Ananda Everingham), seu namorado, quer fugir. Ambos acabam indo embora e Jane fica com peso na consciência depois, ao contrário de Tun. A partir do atropelamento, Tun, que é fotógrafo, passa a ver borrões em suas fotografias. Os borrões parecem imagens de espíritos e acontecimentos estranhos começam a fazer o casal suspeitar de que algo está (muito!) errado.

A partir daí, Jane procura descobrir quem é a jovem (Feawfao Sudswingringo) que aparece nas fotografias, enquanto Tun é atormentado por acontecimentos do passado. O mistério aumenta quando os amigos de Tun começam a se suicidar. O que aconteceu no passado deles? Deixo a questão no ar, pois o plot twist é uma das melhores partes do filme. Se não contar a sequência final, é claro.

28/08/2017

Editora DarkSide e a edição de mangá mais caprichada já lançada: Fragmentos do Horror

0
junji-ito

Não podemos negar que as edições de mangás estão vindo cada vez mais bonitas para cá, não é mesmo? Colecionar Rurouni Kenshin, Fullmetal Alchemist e Berserk, em suas novas edições, tornou a estante de todos muito mais bonita. As editoras vêm apostando em papel de melhor qualidade, capas mais firmes e páginas coloridas. Mas, nenhuma edição está mais bonita do que o primeiro mangá lançado pela editora DarkSide, a coletânea de contos Fragmentos do Horror (Ma no Kakera, de 2013), do mestre do terror japonês, Junji Ito.

Quando a editora anunciou o mangá gerou uma forte expectativa. A capa seria dura? A qualidade geral seria como a dos livros lançados por ela? O preço elevado compensaria? Este é o primeiro quadrinho japonês lançado pela editora e o terceiro na linha de graphic novel (o quarto já está anunciado, Atômica: a cidade mais fria).

Spoiler: a edição está incrível. Eis as minhas respostas para estas questões:

16/06/2016

Drug-On

0
drug-on

Minha relação com Drug-On é antiga. Quem lembra dos tempos de scanlator do Pururin talvez lembre também que Drug-On esteve presente entre nossos projetos desde o início, lá em 2010. Eu conheci ele procurando por mangás que não tivessem tradução para o português ainda, achei o traço bonito e o enredo interessante, então logo começamos a lançar ele. O problema veio quando percebemos que ele ainda estava sendo traduzido para o inglês. O scanlator que fazia o trabalho acabou se desfazendo em determinado momento e o projeto parou no início do volume 3.

Mas aí, lá em 2010 ainda, a editora NewPop entrou em contato comigo para pedir que retirássemos o mangá do site porque eles já haviam licenciado e iriam lançar as traduções em algum momento. O mangá tinha os direitos comprados desde 2009 pela editora, mas apenas em 2015 tive a oportunidade de por minhas mãos no primeiro volume. Devo dizer que a edição ficou muito bonita, mas o que eu quero fazer aqui é uma recomendação do mangá em si.

31/01/2016

Mangá com histórias curtas de Junji Ito ganhará adaptação chinesa para live-action

0
junji-ito

Uma adaptaçaõ live-action para algumas das histórias curtas de Junji Ito será feita esse ano, e deverá estrear no serviço chinês de streaming de vídeo iQIYI.

O drama adaptará as seguintes histórias curtas:

  • Souichi no Katte na Noroi
  • Dassouhei no Iru Ie
  • Roujiura
  • Umeku Haisuikan

Além destas, o mangá Shibito no Koiwazurai também receberá adaptação. Os cenários serão adaptados para a China atual. As obras do autor contam com suspense, mistério e terror psicológico, muitas vezes fazendo uso do grotesco.