Notícia

Panini anuncia mudanças de preço em Toriko, Triage X e Ninja Slayer

toriko
Purucast

Purucast #07 – Death Note

purucast-death-note
Recomendação

6000 (Rokusen)

6000-cover
11/09/2017

Shutter, ou Espíritos – A Morte está ao Seu Lado (2004)

0
shutter

Ah, o terror. Ontem assisti It – A coisa e me senti inspirada a falar sobre um dos – senão o melhor – terror oriental que eu já assisti. Gostei tanto que já assisti duas vezes, haha. Vem comigo conferir!

Shutter, literalmente “obturador” em inglês, que no Brasil foi chamado de Espíritos – A Morte está ao Seu Lado, é um filme tailandês de 2004. Nele, um casal de jovens, voltando da festa de noivado de um amigo, atropelam uma garota na estrada. A garota, Jane (Natthaweeranuch Thongmee), que estava dirigindo, quer conferir se a menina está viva e prestar assistência, enquanto Tun (Ananda Everingham), seu namorado, quer fugir. Ambos acabam indo embora e Jane fica com peso na consciência depois, ao contrário de Tun. A partir do atropelamento, Tun, que é fotógrafo, passa a ver borrões em suas fotografias. Os borrões parecem imagens de espíritos e acontecimentos estranhos começam a fazer o casal suspeitar de que algo está (muito!) errado.

A partir daí, Jane procura descobrir quem é a jovem (Feawfao Sudswingringo) que aparece nas fotografias, enquanto Tun é atormentado por acontecimentos do passado. O mistério aumenta quando os amigos de Tun começam a se suicidar. O que aconteceu no passado deles? Deixo a questão no ar, pois o plot twist é uma das melhores partes do filme. Se não contar a sequência final, é claro.

09/09/2017

Somos parceiros da Kawaii Box!

0
kawaii-box

Ah! Eu realmente preciso compartilhar isso com vocês!

Se tem uma coisa que eu amo na cultura japonesa é a trend kawaii. Muitos dos fãs de anime, mangá e doramas já ouviram falar sobre, mas para quem não sabe, kawaii (em japonês: 可愛い ou かわいい) é um adjetivo que significa “fofo”, “bonitinho”.

Essa palavra é utilizada em diversas ocasiões, para pessoas, animais ou coisas. Quem nunca assistiu um anime e viu uma personagem gateira gritando “KAWAIIIIIIIIII” quando vê um gatinho fofo? Ou então o senpai (veterano) dizendo que a menina mais bonita da outra classe é kawaii?

Mas, muito mais do que uma palavra, kawaii se tornou um estilo de vida japonês. Por aqui, temos a impressão de que coisas fofinhas são, com certeza, infantis. No Japão, até caixa de sabão de lavar roupa possuem mascotes fofinhos. Por lá, isso vende. E, por aqui, quem curte o kawaii style acaba não tendo muitas opções.

No início deste ano estive em São Paulo e tive a oportunidade de ir na Daiso, imaginem minha alegria lá. Comprei até lixeirinha para pia com carinha! Haha! Mas não é em todo lugar que temos a oportunidade de encontrar produtos fofinhos para levar para casa, principalmente para quem não mora em cidades grandes (como eu T–T).

Assim, em minhas buscas, encontrei a Kawaii Box. Conhecem aquele sistema em que você paga um preço e recebe em casa uma caixa com produtos variados, que normalmente comprados separados passariam do preço pago? A Kawaii Box é assim. E, o melhor, todos os produtos são extremamente fofinhos.

Estes itens já apareceram em uma Kawaii Box, querendo todos! *--*

Por U$ 19,90 (cerca de R$ 70) por mês (com possibilidade de assinatura mês a mês, semestral e anual, estas duas últimas com desconto), você receberá em casa 10 itens fofíssimos, desde doces à itens de papelaria e beleza, de marcas kawaii consagradas como Hello Kitty, SanRio, Alpacasso, Rilakkuma, Pokky, Kumamon, entre outros! Isso dá uma média de 7 reais por item, nada mal, não é?

A Kawaii Box aceita pagamentos pelo PayPal e principais cartões de crédito internacionais. Além disso, o frete é totalmente grátis, inclusive para o Brasil! Cada vez mais vantagens, não é?

Ao fazer sua assinatura, você estará automaticamente fazendo parte de uma grande comunidade de fans de kawaii de toda parte do mundo,  em uma ótima oportunidade para fazer amigos. Também estará concorrendo automaticamente à uma Kawaii Megabox, uma diferente sorteada a cada mês, no valor aproximado de U$ 100. Quem não quer ganhar uma dessas?

É muito produto fofo em uma caixa só, não estou sabendo lidar! (◠﹏◠✿)

É muito produto fofo em uma caixa só, não estou sabendo lidar! (◠﹏◠✿)

Agora, depois de todas essas vantagens, uma novidade! A Kawaii Box agora é nossa parceira! Então, se você curtiu a ideia e pensa em assinar, utilize um dos nossos links (disponível no final deste post e na lateral do site), para ajudar o Pururin a continuar crescendo e trazendo ainda mais conteúdos!

Então, se você amou a ideia como nós, clique no banner no final desta postagem e vire membro do Kawaii Box você também. Nós já adquirimos nossa primeira caixa e vamos fazer uma review super completa (e honesta, com certeza!) com os prós e contras da assinatura da Kawaii Box assim que recebermos a edição do mês de outubro.

Kawaii Box - The Cutest Subscription Box

Espero que tenham curtido a novidade! E se já conheciam ou compraram a Kawaii Box, não deixem de comentar o que acharam! Se conheceu agora e amou a ideia, também nos conte!

Até mais pessoal! v(⌒o⌒)v♪

08/09/2017

Mars, de Fuyumi Soryo

0
mars-cover

Olá pessoal!

Cansada da vida, resolvi por em dia algumas leituras. Nessas decidi ler um mangá que estava na minha lista fazia alguns anos já. Mars (1996-2000), de Fuyumi Soryo, é um shoujo clássico que merece ser relembrado sempre que possível. Eu já havia visto muitas menções à ele em diversos momentos, mas nunca tinha lido por preconceito.

É interessante como o próprio mangá falou sobre meu preconceito logo no início. Eu não tinha vontade de ler porque o protagonista parecia ser daqueles mulherengos, provavelmente parte de gangue, fumante e cheio de si. Tudo o que eu não gosto em um protagonista. Só abro exceção para o “cheio de si” – às vezes surgem alguns personagens assim que se provam amor depois de um tempo.

Mas, no caso de Mars, meu preconceito foi logo rebatido, quando a protagonista, Kira, que pensava do mesmo jeito que eu, percebe que Rei é muito mais do que a aparência dele diz. Ambos são colegas de escola, com seus 16 ou 17 anos. Ele, tudo aquilo que eu já disse, ela, tímida, estudiosa, excelente desenhista. Agora, fica difícil de explicar porquê Mars é diferente de tantos outros mangás com personagens que se encaixem nestas exatas descrições.

Acredito que este é um dos pontos que me fizeram gostar muito do mangá. Ao longo dos 15 volumes vemos muito crescimento por parte dos protagonistas. Eles estão em constante evolução, assim como o seu relacionamento. Rei inicia como um jovem muito bonito que não leva nada a sério, a não ser corridas com motos. Ele não se importa muito com ninguém nem nada. Até que Kira aparece em sua vida.

28/08/2017

Editora DarkSide e a edição de mangá mais caprichada já lançada: Fragmentos do Horror

0
junji-ito

Não podemos negar que as edições de mangás estão vindo cada vez mais bonitas para cá, não é mesmo? Colecionar Rurouni Kenshin, Fullmetal Alchemist e Berserk, em suas novas edições, tornou a estante de todos muito mais bonita. As editoras vêm apostando em papel de melhor qualidade, capas mais firmes e páginas coloridas. Mas, nenhuma edição está mais bonita do que o primeiro mangá lançado pela editora DarkSide, a coletânea de contos Fragmentos do Horror (Ma no Kakera, de 2013), do mestre do terror japonês, Junji Ito.

Quando a editora anunciou o mangá gerou uma forte expectativa. A capa seria dura? A qualidade geral seria como a dos livros lançados por ela? O preço elevado compensaria? Este é o primeiro quadrinho japonês lançado pela editora e o terceiro na linha de graphic novel (o quarto já está anunciado, Atômica: a cidade mais fria).

Spoiler: a edição está incrível. Eis as minhas respostas para estas questões:

25/08/2017

Shall we date?

0
ninja2

Olá, olá!

Hoje decidi fazer uma recomendação que fazia muito tempo que estava nos meus rascunhos aqui, então é a hora! Faz uns 2 anos (talvez mais, não tenho certeza) que Shall we date? entrou na minha vida e, pelo jeito, vai ser difícil de sair. Vem comigo conferir o que é e porquê você deveria se viciar também.

Shall we date? (Devemos namorar?, em tradução livre) é uma série de jogos no estilo dating simulator da empresa japonesa NTT Solmare Corporation. Dating simulator é um estilo bem popular por aqueles lados, onde você joga sob a perspectiva do ou da MC (main character, o personagem principal) e existe uma história com diferentes personagens “namoráveis”, normalmente com diferentes finais por personagens – ruins, normais e o desejado final feliz. Normalmente possuem gráficos no estilo de anime, o que contribui para a popularidade do gênero.

Não existem muitos desses jogos traduzidos para o português ou mesmo, inglês. Um que veio para o ocidente e se tornou muito popular foi Hakuoki, que eu já joguei e comentei aqui. Shall we date? está em inglês e seu maior diferencial é que todos os seus jogos são feitos para celular, funcionando no Android e IOS, além de também poderem ser jogados através do Facebook.