18/01/2016

Primeiras impressões – Hai to Gensou no Grimgar

0
grimgar

Hai to Gensou no Grimgar é um anime baseado em uma light novel de mesmo nome de gênero ação, aventura, drama e fantasia. O estúdio responsável pela anime é o A-1 Pictures (SAO, Ao no Exorcist, Kuroshitsuji). Até o momento dessa publicação não há informações de quantos episódios serão produzidos. O tempo de duração é de aproximadamente 24 minutos.

Enredo: Hai to Gensou no Grimgar se passa em um mundo medieval, parecido com a idade média. Para jogadores de RPG, podemos comparar com o mundo de D&D.
Nós acompanhamos um grupo de aventureiros na sua sobrevivência diária. Os protagonistas são Haruhiro, o ladrão, Manato, o clérigo, Mogzo, o guerreiro, Ranta, o cavaleiro negro, Shihoru, a maga e Yume, a caçadora.
Logo nos primeiros minutos acompanhamos esse grupo de aventureiros batalhando contra um goblin e percebemos que eles não são os mais habilidosos do mundo em seus papéis. Após quase morrerem para enfrentar um goblin, é mostrado um pouco mais do dia-a-dia deles, vivendo com pouco dinheiro, tendo que enfrentar várias criaturas diariamente para poderem ter o que comer quando o próximo dia chegar.
Após esse breve momento mostrando os aventureiros, somos levados ao passado para descobrirmos o que está acontecendo ali. O grupo de aventureiros não sabe o por quê deles estarem naquele mundo, nem como chegaram ali. Tudo aparenta é que eles foram transportados para um mundo novo onde terão que sobreviver. Sim, mais um anime estilo SAO/Overlord/Log Horizon, porém eu particularmente gostei mais desse porque eles não sabem se isso é realmente um jogo, e outro fato interessante é que eles perdem a memória de tudo o que não existe nesta época, por exemplo, eles esquecem o que é um celular, ou mesmo um jogo em si.
Logo após acordar neste mundo novo, Haruhino sai de uma sala escura e se depara com seus futuros companheiros de grupo na mesma situação que ele, todos não sabem como chegaram ali. Além do grupo citado acima, existem outras pessoas junto com eles, que futuramente irão se separar montando uma guilda apenas para eles.
Após todos acordarem, esses aventureiros são levados para Brittany, chefe do escritório Red Moon do Esquadrão de Soldados Voluntários para a Brigada da Fronteira de Ortana. Sem responder nenhuma das perguntas dos aventureiros, Brittany dá 10 moedas de prata para cada uma das pessoas que se voluntariarem a fazer parte do esquadrão. Brittany explica que eles precisarão de dinheiro para comprar os distintivos do esquadrão para ganhar futuros benefícios, mas eles terão que conseguir o dinheiro para comprar sozinhos pois só assim serão fortes o bastante para sobreviver. Após a conversa com Brittany, cada um dos integrantes é dirigido para um mestre diferente pois um bom grupo deve ter bastante conhecimento em áreas diferentes. Após uma semana, eles se encontram com seu treinamento finalizado e prontos para sobreviverem juntos e ver o que o destino os aguarda.

Animação: Sem dúvida a melhor animação da temporada até o momento. Não há tanta interação com os cenários ao fundo, então ele é feito parecendo uma pintura, sem qualquer tipo de movimento. Porém graças a esse fato, a animação dos personagens é impecável.

Trilha sonora: A trilha sonora é boa, porém nas cenas de batalha ela fica um pouco apagada devido ao som mais alto dos efeitos das armas, por exemplo, o desembainhar de uma espada.

Abertura/Encerramento: Como de praxe, não tempos abertura no primeiro episódio, mas a musica será “Knew day” por (K)NoW_NAME e o encerramento é “Harvest” por (K)NoW_NAME.

Comentários Extras: Gostei muito do fato dos personagens desse anime não lutarem por nível ou contarem com uma tecnologia de ponta em suas ações, isso deixa o anime mais dramático, eu acho. Na minha opinião, esse anime tem tudo para ser um dos muito bons da temporada. Indico fortemente esse anime para as pessoas que gostaram dos últimos de jogos (Overlord, Log Horizon, SAO) pois são de estilo parecido ao Hai to Gensou no Grimgar.

Trailer: