29/01/2016

Primeiras impressões – Ajin

0
ajin

Estamos um bocado atrasados nas primeiras impressões por aqui, mas hoje tem mais uma!

Ajin
é uma história de terror sobrenatural, que vem do mangá homônimo criado por Sakurai Gamon (história e arte) e Miura Tsuina (história). O anime está sendo produzido pelo estúdio Polygon Pictures, mesmo de Knights of Sidonia, o que explica a animação em 3D, pouco convencional no mundo dos animes. A temporada do anime terá 13 episódios e o primeiro foi ao ar dia 16 de janeiro. Vem comigo conferir mais sobre o primeiro episódio desse anime de terror e mistério!

Enredo: O episódio inicia em um cenário caótico, em meio à uma guerra contra, o que podemos perceber depois de um tempo, um ser humanoide que não morre mesmo alvejado por balas de todos os lados. O ser, por sua vez, mata os humanos com muita facilidade. No fim, esse homem é sedado por soldados em um helicóptero e levado embora.
Agora, de volta à normalidade, um garoto acordando, tomando café da manhã, conversando com sua mãe e indo para a escola. Nagai Kei é um garoto normal, que se esforça muito nos estudos e não vê motivos para ser diferente. Afinal, ter sucesso é tudo o que importa. Pelo menos é o que a mãe dele acha.
O episódio vai passando mostrando a vida escolar de Nagai, e, ao mesmo tempo, mostra mais informações sobre os ajin. Eles surgiram inicialmente na África, e atualmente existem vários identificados e capturados pelo mundo todo. Segundo o professor de Nagai, mesmo sendo originalmente humanos, a população, em seu medo, os considera apenas monstros agora.
Vemos, também, lembranças da infância de Nagai, que tinha um melhor amigo hoje distante, e o dia em que ele e a irmã dele viram um ajin ao vivo. Ele está imerso em pensamentos sobre os ajin quando o inesperado acontece: Nagai é atropelado fatalmente por um caminhão enquanto atravessava a rua.
E é aí que nosso protagonista tem o maior choque da vida, agora morte, ao se descobrir ele mesmo como um ser imortal, como aquele que viu no passado. Após isto, uma perseguição se inicia, pois há um monstro solto pela cidade. O único com quem Nagai pode contar agora é seu amigo de infância, aquele que nunca o esqueceu, Kai. Ambos fogem da polícia em meio à uma floresta. Em outro local, um homem fala ao telefone sobre a captura do ajin ser importante, eles precisam pegar ele antes que outro país o capture. E fim de episódio.

Animação: A animação… Provavelmente dividirá opiniões. Por ser 3D, existe uma certa estranheza em primeiro momento. Parece, também, que os personagens são menos expressivos, mesma sensação que tive quando assisti Knights of Sidonia. Por outro lado, achei que a animação ficou muito boa para os monstros da história, o que pode ter sido um ponto que pesou na hora de escolher usar 3D ou a animação tradicional. De qualquer forma, diria que vale a pena dar uma olhada mais pela história, mesmo não achando que a animação seja um ponto tão negativo assim. É mais questão de costume mesmo.

Trilha sonora: A trilha sonora me chamou bastante a atenção no primeiro episódio. Por se tratar de uma história dramática e assustadora, é esperado que contenha uma trilha caprichada pra aguçar os sentidos do espectador, e isso foi feito, e muito bem, por sinal. Os sons e músicas são altos e chamativos o suficiente para chamar a atenção durante o episódio, principalmente quando há cenas de maior tensão. Mesmo altos, os efeitos não atrapalham, pelo contrário. Achei um trabalho muito bem feito. E vale apontar que o som que escolheram para os ajin é bem assustador (e bem parecido com o som emitido pela fantasma de O Grito).

Abertura/Encerramento: A abertura é “Yoru wa Nemureru kai? (夜は眠れるかい?)” por flumpool, e o encerramento, “HOW CLOSE YOU ARE” por Mamoru Miyano. Ambas são muito boas.

Comentários Extras: Ajin e Boku Dake ga Inai Machi foram os animes da temporada que mais me empolgaram devido à temática, gosto muito de histórias de suspense, mistério e terror. Queria ler Ajin há muito tempo e fiquei bem interessada quando vi que o anime seria lançado. Não acompanhei muito o andamento, ou trailers, então a animação dele foi uma surpresa para mim. Não acho que seja uma má surpresa, porque a animação 3D vai permitir muitas coisas que seriam limitadas pela animação tradicional, mesmo que perdendo um pouco da característica clássica dos animes. Sobre a história, vi muita relação com Tokyo Ghoul logo no início, principalmente pelo fato de o protagonista sair de sua vida normal para se tornar um monstro em um momento mais do que inesperado, mas ela provavelmente tomará um rumo bem diferente em breve. O anime não cobrirá muito da história, visto que o mangá, um seinen, está com 7 volumes e ainda em andamento, e o anime terá 13 episódios nesta temporada e ainda é cedo para saber se haverá uma próxima temporada para ele.

Trailer: