02/01/2016

Hanazakari no Kimitachi e

0
hanazakari-no-kimitachi-e-full-948241

Olá minna-san \õ/. Vim lhes apresentar o mais novo amor da minha vida *-*

Hanazakari no Kimitachi e, ou como é mais conhecido, Hana Kimi, conta a história de Mizuki, uma jovem japonesa que mora nos Estados Unidos e que decide voltar para o Japão para descobrir porque seu ídolo, o atleta japonês Izumi Sano, sumiu do mundo do salto em altura. Ela descobre em qual escola o garoto estuda e se transfere pra lá.

O detalhe é que a escola é apenas para meninos. Mas isso não impede Mizuki de seguir em frente com seu plano. Ela se finge de homem, se transfere para a escola e ainda consegue ficar no dormitório local (que maravilha). Só que Mizuki não esperava que Sano fosse uma pessoa carrancuda, nem que ele tivesse desistido do seu salto sobre vara e muito menos que iria dividir o quarto com ele!  Agora Mizuki não apenas tem que acobertar o melhor possível sua identidade feminina, como lidar com os sentimentos confusos que desperta em seus novos colegas.

Esse shoujo estilo gender bender foi simplesmente amor do começo ao fim. Eu peguei essa recomendação e devorei o mangá em 2 dias, com um sentimento de satisfação que foi do começo ao fim dele, tanto com relação à história como com a arte em si. O humor leve que a mangaká nos proporciona no decorrer dos capítulos nos faz dar muitas e boas risadas. O drama que é a Mizuki não ser descoberta faz você ficar com o coração na mão váárias vezes.

top-5-shoujo-divos-600x826

 

A autora consegue fazer você viver junto a batalha que é quando um dos colegas da Mizuki, que não sabe que ela é mulher, descobre que tem sentimentos por ela. E ele é muuuuito fofo com ela. Já o Sano, que é por quem Mizuki tem sentimentos, é totalmente centrado e muito controlado. Tem momentos em que você vai sentir raiva dele por coisas bobas que ele fez, mas que feriram os sentimentos de Mizuki, e a autora consegue passar pra você essa mágoa implícita, mas você consegue ver aos poucos o relacionamento deles se desenvolver de uma maneira suave e bem prazerosa de se acompanhar, dando tempo para você digerir certos acontecimentos bombásticos (hehehe) e acompanhar a história em um ritmo constante. Além disso, alguns personagens, como o médico da escola e o colega de Mizuki que consegue ver auras e espíritos, vão render bons momentos de gargalhadas, situações hilárias e também bons conselhos.

A personalidade dos personagens é bem trabalhada, os traços são bem desenvolvidos, e conseguimos perceber que, apesar de Mizuki e Sano serem as personagens principais, a autora conseguiu dar um destaque para todos, e a história vai mostrando um pouco de cada um dos que convivem com Mizuki.Em nenhum momento você vai sentir que as coisas estão sendo simplesmente jogadas sobre você. Tudo flui com uma linearidade. O desenvolvimento segue uma sequência e os fatos são apresentados de maneira clara e direta, sem perder a magia de alguns fatos serem inesperados e te pegarem de surpresa.