01/12/2015

Yamishibai – Histórias de terror japonesas

0
yamishibai

Há um tempo atrás postei uma notícia que trazia o vídeo promocional da 3ª temporada do anime Yamishibai – histórias de terror japonesas, que deverá ir ao ar em janeiro do ano que vem, e expressei minha indignação por não ter conhecido o anime antes.

Acontece que resolvi remediar isto o mais rápido possível e procurei o anime para assistir. Encontrei ele no acervo do Crunchyroll e, como os episódios são curtíssimos, devorei a primeira temporada, lançada em 2013, e seus 13 episódios em menos de uma hora.

Devo dizer que realmente curti muito a temporada, achei algumas das histórias muito horripilantes. Mas, vamos à uma análise mais por partes. Por se tratar de um anime curto, não existe uma abertura tradicional, ela é curta e não tem música, apenas o “contador de histórias”, um cara pra lá de sinistro, chamando à todos, as crianças da abertura e o telespectador, para o momento das histórias de terror. Ele introduz um contexto para a história, como por exemplo, “esta é a história de uma universitária que atendeu o telefone”, e a partir daí, a tensão começa.

Yamishibai_hair_paper

As histórias são curtas e isoladas, é um novo conto com novos personagens, sempre passando por algum medo diferente. Em alguns episódios o monstro/assombração é mais evidente, em outros é mais psicológico. Tiveram alguns episódios que me colocaram muito medo por não saber o que esperar ou mesmo por achar que o fantasma apareceria a cada mudança de cenário. E, também, pela estética do anime, que é outro ponto super positivo.

O anime não é bonito nem feio, exatamente. A arte como se fizesse parte de um teatro de bonecos de papel combina perfeitamente com o ar de terror que se deseja passar. Os personagens esboçam poucas mudanças na expressão facial, mas quando elas mudam é sinal de que a coisa está muito ruim. Mesmo.

As cores e sons utilizados complementam o ar assustador. Diria que, como contos curtos para contar e assustar seus amigos em uma reunião noturna em um dia de tempestade, o anime é uma excelente indicação. Porém, tenho algumas ressalvas sobre a segunda temporada, lançada em 2014.

vlcsnap-2014-08-05-00h14m56s156

Ela inicia muito fraca. O primeiro episódio é muito mais cômico do que horripilante, apesar de que, talvez, trágico. E daí em diante a coisa só desanda. A qualidade da animação continua a mesma, mas a das histórias… Uma ou outra me prenderam a atenção e se provaram realmente assustadoras, mas, o que mais me impressionou foi o quão sem sentido foram alguns dos contos. Eu dei uma olhada nos comentários no Crunchyroll no final desses episódios e percebi que não fui a única a não entender alguns deles. Me pergunto se elas fariam mais sentido se eu estivesse mais inserida na cultura japonesa.

Mas, é isso. Recomendo o anime sim. É bem rapidinho terminar e dá para sentir medo. Deixo aí embaixo um dos meus episódio preferidos. Pode assistir tranquilo. Ou não. Durma bem. :)