04/11/2015

Shinrei Tantei Yakumo

0
psychic-detective-yakumo-entra-em-hiato-3408497

Minna-san, hoje iremos falar sobre Shinrei Tantei Yakumo (Psychic Detective Yakumo), que é um mangá de autoria de Manabu Kaminaga e ilustrada por Suzuka Oda. A história, originalmente uma light novel, foi adaptada para duas séries de mangá, um anime, uma live action e uma peça de teatro. Em todos os casos ela conta sobre um estudante universitário, Saito Yakumo que nasce com olhos de diferentes cores. Seu olho esquerdo, que é vermelho, dá-lhe uma habilidade especial de ver espíritos e fantasmas.

Ele acredita que estes espíritos estão ligados à terra por causa de um determinado motivo, e eliminando essa causa permitirá que eles desapareçam, ou de maneira mais romancista, descansem em paz. Sendo solicitado para ajudar  Haruka Ozawa, uma estudante da mesma universidade que o procura para resolver um caso, eles começam uma investigação em conjunto.

Após visitar um prédio abandonado no campus da universidade que era famoso por boatos que mencionavam o aparecimento de fantasmas, Miki, amiga de Haruka, perdeu a consciência e foi hospitalizada. Então Ozawa vai atrás de Saito para ajudá-la a salvar sua amiga. Após a resolução do caso Saito e Haruka permanecem ligados.

Em uma primeira impressão, ficamos apreensivos de iniciar a leitura, pois a sinopse passa a impressão inicial de uma história superficial, principalmente pelos pontos sobrenaturais. Mas com o decorrer dos capítulos e o andar da história você acaba por se ver preso ao enredo, que se aprofunda bastante, e toma direções mais criminais. Os casos que Saito acompanha e ajuda a solucionar mesclam de maneira incrível o sobrenatural com o delituoso. Casos policiais com um teor do mundo extraordinário, o sobrenatural.

Saitou.Yakumo.full.1080276

O traço do mangá é simplesmente lindo, os detalhes são bem feitos e as cenas são bem construídas, com uma ambientação que captura você, e o faz ficar observando a arte por um bom tempo. E a história é realmente cativante.

Você que leu, o que achou? E você que não leu, ficou interessado?