09/11/2015

HAL: A animação que vai conquistar seu coração

0
hal

Minna, hoje vim falar para vocês sobre HAL, um filme de animação de 2013, que foi dirigido por Ryoutarou Makihara e produzido através da mesma parceria que deu origem ao anime Shingeki no Kyojin, o Wit Studio e Production I.G. Ele é um drama romântico que possui uma hora de duração, e acontece em um futuro não muito distante.

Neste futuro, vivemos a era da tecnologia e tudo passa a ser robotizado, porém, a forma de se relacionar dos seres humanos permanece a mesma. É aí então que conhecemos os nossos protagonistas, inicialmente o robô Q01  que um dia, enquanto brincava em uma espécie de riacho, acaba observando uma explosão de um avião e aquilo, de certa forma, o impressiona/assusta. Posteriormente ficamos sabendo que Q01 receberá uma missão. A incunbência de trazer de volta a vontade de viver de nossa protagonista, a adorável Kurumi.

q01

Sensibilizados com a dor da menina, que entrara em profunda depressão, os engenheiros responsáveis por Q01 designam para ele a função de substituir Hal(Haru) (namorado de Kurumi que acabou morrendo na explosão aérea que Q01 viu), fazendo o robô assumir a forma do falecido que ela tanto amava.

A partir desse ponto o enredo segue linearmente com o robô Hal tentando resgatar a vontade de viver de Kurumi. Mas claro que como um bom romance dramático japonês, eis que a parte do desfecho chega e somos colocados diante de uma reviravolta mirabolante e que vai lhe arrancar o fôlego. Bom, mas pra saber, só assistindo, não é mesmo?

MtVRGeI

w3qbgjV

Mesmo com apenas uma hora não há como negar a delícia que é acompanhar essa animação. Os gráficos são incrivelmente coloridos, os cenários simples demais para uma sociedade futurística. As personagens não são muito profundas, mas isso não modifica a forma como HAL nos faz sentir confortáveis com o seu delicado enredo. Você não vai se apegar à alguma personagem especificamente pois em uma hora de filme não há muito tempo de desenvolver personalidades, mas eu lhe garanto que uma vontade profunda de fazer parte daquilo irá surgir, e você irá se pegar encorajando Hal a nunca desistir.

Com um desfecho surpreendente e inusitado, HAL é um filme simplesmente tocante e, apesar do pouco tempo para desenvolver personagens e prolongar a história, a animação é adorável, com um romance/drama simples, uma trilha sonora confortável e gráficos muito gostosos.