24/10/2015

Dungeon ni Deai wo Motomeru no wa Machigatteiru Darou ka

0
danmachi

Hello pessoal, como estão? Hoje como não tinha nenhuma notícia realmente interessante para ser postada, então resolvi trazer uma review/recomendação de um anime que acabei assistindo há alguns dias, Dungeon ni Deai wo Motomeru no wa Machigatteiru Darou ka. Daí você vai dizer… “Que cara desatualizado… Esse anime é da temporada passada, todo mundo já viu!!”. Bom, você pode estar certo xD, como a semana passa muito rápido e o tempo para fazer as coisas é muito curto, eu prefiro pegar um anime da temporada passada e assistir todo de uma vez, no caso, assisto no horário de almoço :D. Quanto ao fato de que todo mundo já possa ter visto… Bom, pule para o próximo post e continue navegando no site, uahhuashuashua. Capaz, eu normalmente não gosto de fazer reviews, mas uma coisa que sempre me ajuda são as reviews, por exemplo, como eu tenho pouco tempo eu sempre procuro ver as reviews de animes para daí sim assistir eles, para não acabar jogando tempo fora com alguma coisa que não me agrada. Bom, vamos à review.

Dungeon ni Deai wo Motomeru no wa Machigatteiru Darou ka, tradução sendo “É errado tentar pegar uma garota em uma caverna?”, abreviatura “DanMachi”, é uma série de light novels em publicação no Japão, contando atualmente com 9 volumes publicados, possui também mangá, contando, atualmente, com 5 volumes, e um anime na última temporada (06/2015). O mangá tem demografia seinen, publicado pela Square Enix, nas revistas Gangan Online e Young Gangan. Sua história foi escrita por Oomori Fujino e desenhada por Kunieda.

A série é de demografia seinen (como já comentado), com (fortes) elementos de ecchi, harém, romance, sci-fi, fantasia, ação, aventura e RPG. Apesar de ser uma obra publicada para adultos, ela possui muitos elementos de shounen BEM evidentes, podendo sim, confundir muitas pessoas em primeiro momento.

Existe uma história spin-off da série que está sendo serializada tanto como light novel, como em mangá, que é Dungeon ni Deai o Motomeru no wa Machigatteiru Darō ka Gaiden: Sword Oratoria. Este mangá é de demografia shounen.

Sobre a história, ela se passa em um mundo fictício, Orario, o cenário é focado na idade média, lembrando bastante cenários clássicos de Dungeons and Dragons. Neste cenário estão presentes deuses de diversas mitologias (grega, nórdica, hindu, entre outras).

A trama se passa em uma época que os deuses resolveram viver na terra como os humanos e outras raças mortais, passando por dificuldades, sem usar seus poderes divinos. Cada deus é líder de uma família, composta por um ou mais humanos. Tanto os humanos quantos os deuses têm uma certa “parceria”, os humanos trabalham/aventuram-se sendo guiados pelos seus deuses correspondentes, que, por sua vez, ensinam e guiam seus “filhos”, não filhos biológicos, mas adotivos. A cada trabalho ou aventura que os filhos dos deuses enfrentam, eles melhoram seus atributos (sim, atributos, lembra dos elementos de RPG que eu comentei antes, então…). Os deuses são capazes de ler e mostrar os atributos para seus filhos, mostrando a evolução deles conforme crescem. Neste universo existem magia e itens mágicos. Diferente dos itens mágicos comuns em um RPG, sua magia acaba depois de um tempo, se destruindo completamente após o uso. Um elemento presente nesse mundo são dungeons (como o título já menciona). As dungeons desse mundo são em um local único contendo vários andares e cada andar uma dificuldade mais difícil que o anterior.

O protagonista da série é Bell Cranel, um garoto fraco que é o único filho da deusa Hestia (que é apaixonada por Bell). Logo no começo do primeiro episódio, esse garoto se encontra em uma dungeon sendo perseguido por um monstro e quando ele está prestes a ser atacado é salvo por um garota aventureira. Ele fica emocionado ao ver a garota e acaba fugindo dela e ao mesmo tempo se apaixonando por ela. Ao acontecer isso, ele se define uma meta, ser forte para proteger a garota que atualmente é mais forte que ele. Sim… esse sexismo dos homens quererem salvar as mulheres é presente nesse anime/novel/mangá, porém as mulheres desse anime são fortes, tipo muito fortes… o protagonista tem esse pensamento de salvar sua mulher amada porquê seu passado traz isso, as histórias que ele ouvia quando criança.

Após ele fugir da dungeon nós conhecemos outros personagens, mostrando a diferença de raças que existem nesse mundo, como meio-elfos, pessoas com orelhas de gato, pessoas meio-lobo, elfos, dwarves, entre outros, que vão aparecendo no decorrer dos episódios. Diversos outros personagens são apresentados mais adiante, sendo a maior parte dos mais importantes mulheres, com muitos “atributos”, que acabam ficando interessadas em Bell (harém no melhor estilo SAO).

Não darei mais detalhes da história para não estragar a experiência de ninguém. Comentários meus que podem ser interessantes para alguns: o anime é um pouco apelativo demais no ecchi, quase todas as personagem tem peitos grandes, roupa curta e em mais de uma cena você vai acabar vendo elas no banho ou esfregando os peitos no protagonista. Esse fato, na minha opinião, não tira a qualidade da história em momento algum, porém é bom saber para evitar momentos constrangedores quando se está assistindo.

Danmachi-012-20150416

A animação é de boa qualidade, produzida pelo estúdio J.C. Staff, contendo uma das melhores cenas de luta das últimas temporadas com um bom toque de emoção passada tanto pela ótima animação quanto pela interpretação do seiyuu Yoshitsugu Matsuoka (mesmo dublador de Kirito de SAO e diversos outros personagens), pelo menos que eu já vi. A trilha sonora é boa, passando uma boa parte da emoção em determinada cenas.

Sua abertura é a música Hey World, cantada por Yuka Iguchi, e o fechamento é Right Light Rise, por Kanon Wakeshima.

O anime pode ser assistido pelo Crunchyroll.

Um contra que eu encontrei foi o número de episódios. Muitos personagens são apresentados, porém como o tempo é curto eles não são tão aprofundados quanto poderiam ter sido. Após terminar o anime, ficarão muitos mistérios sem solução, dando uma ótima abertura para uma segunda temporada futuramente.

PV da temporada de DanMachi

Bom, acredito que deu para explicar um pouco sobre essa série, que eu particularmente gostei bastante, e recomendo para que quem não assistiu se sinta motivado a assistir. Se você já leu/viu o que você achou? Deixe nos comentários, mas tente não dar spoiler para os outros.